Há uma idade ideal para procurar um Terapeuta da Fala? Até quando devo esperar?

“Na última reunião da escola, a educadora referiu que o meu filho não consegue dizer as palavras corretamente e que apresenta um discurso muito confuso, acrescentando que alguns meninos têm dificuldade em compreendê-lo.”, “ Às vezes sinto que só eu e o pai é que conseguimos compreender o que o nosso filho diz, mas o médico diz que é normal, ainda assim, tenho andado preocupada.”, “Em casa o meu filho costuma gaguejar, mas na escola, a educadora refere não se ter apercebido, estarei a exagerar? Ele ainda é tão pequenino.” “Será que o meu filho necessita realmente de Terapia da Fala?”


São muitas as famílias, que numa primeira consulta em Terapia da Fala, referem que se aperceberam muito cedo que o seu filho apresentava algum tipo de dificuldade ao nível do desenvolvimento da comunicação, linguagem ou fala. Ainda assim, muitas destas famílias apenas recorrem a este tipo de acompanhamento por volta dos 5/6 anos, altura em que as suas preocupações começam a centrar-se no início da escolaridade e se apercebem que as dificuldades, que esperavam que desaparecessem com o crescimento do filho, afinal ainda persistem. Outras vezes, procuram um terapeuta da fala durante o período escolar porque a criança “dá muitos erros, troca letras”, “não compreende os textos”, “tem dificuldade em organizar um texto” e, quando questionadas acerca dos primeiros anos de vida, verifica-se que já neste período existiam algumas dificuldades de linguagem.


Quando procurar um Terapeuta da Fala?

Muitos pais adiam a procura deste tipo de acompanhamento devido, maioritariamente, à falta de informação dos serviços relativamente ao desenvolvimento da linguagem e há necessidade de intervenções atempadas.

Os primeiros anos de vida de uma criança são os mais importantes para a aquisição de competências comunicativas e linguísticas, que irão desempenhar um papel fundamental nas suas competências sociais, emocionais e académicas, ao longo da sua vida. Durante estes primeiros anos, o cérebro da criança apresenta um rápido desenvolvimento e encontra-se mais recetivo para novas aquisições e aprendizagens, sendo mais fácil alterar padrões. Ao pensar nesta capacidade cerebral, que vai diminuindo ao longo dos anos, adiar a intervenção significa perder tempo precioso durante esta fase crítica de desenvolvimento.


Porque é que a terapia se deve iniciar de forma precoce?

A terapia deverá iniciar-se o mais precocemente possível. As crianças que usufruem de acompanhamento especializado antes dos 5/6 anos tendem a apresentar melhores resultados comparativamente com as que iniciam o acompanhamento após esta idade. Isto não significa que as crianças que iniciam o acompanhamento mais tarde não possam apresentar evoluções, no entanto, os seus progressos podem apresentar-se mais lentos pois os seus padrões aprendidos e já consolidados necessitam ser alterados.

É sensato intervir precocemente! A avaliação das competências de comunicação, linguagem e fala por um Terapeuta da Fala certificado podem ajudá-lo a compreender se o seu filho necessita, ou não, de acompanhamento especializado, de acordo com o que é esperado para cada etapa do seu desenvolvimento.


Se está preocupado com a forma como o seu filho fala não espere. Comece a ajudá-lo hoje!


Artigo publicado originalmente em: https://demaeparamae.pt/artigos/ha-idade-ideal-para-procurar-terapeuta-fala-ate-quando-devo-esperar